Afiação

Lembrem-se que as opiniões expressas, preços de coisas, idéias, métodos de trabalho, etc podem se alterar conforme a experiência do cuteleiro e o tempo que passou desde a informação.

 

Cepos e Afiadores Diamantados

http://www.knifenetwork.com/forum/showthread.php?t=9211&goto=nextnewest

Miguel
Gostaria de fazer duas perguntas aos senhores:
1- Onde encontro em São Paulo(capital) placas diamantadas para afiar e quais os melhores modelos ou marcas.
2- Qual a melhor madeira para cepos de carne

JosuéH.M.Araujo
Placa diamatada é DMT.
Em Campinas e na Net www.taymo.com
Compare os Preços

Cabete
As placas diamantadas DMT realmente são o que há de melhor no entanto se precisar das grandes irá gastar cerca de U$ 250 para comprar duas placas e assim ter as quatro granas disponíveis que são as cores Preta-Azul e Vermelha-Verde o que te levará a fazer um investimento de mais de R$ 750,00.
Se esta opção estiver muito salgada para você no momento não deixe de afiar por isto. Eu fiz um pequeno manual de afiação que dá as dicas de como afiar com pedras sintéticas normais e o resultado é muito bom. Se tiver interesse pode retirá-lo no site www.sotai.com.br , após a abertura procure por “menú” e por “notícias” nesta pagina encontra o manual, clique com o botão direito sobre ele e escolha “salvar como” e faça o dowload para ser micro. Qualquer dúvida estaremos à disposição.
O cêpo com as fibras na vertical realmente é o melhor no entanto fiz um de mogno com as fibras deitadas mesmo e também ficou bom pois a madeira não é muito dura e não estraga o fio. Quem usa muito o cêpo prefere madeiras mais macias para diminuir o volume de afiação e portanto do desgaste da lâmina já se necessitar dar porradas com o cutélo a madeira mais dura é mais conveniente.

Afiação de 440V

http://www.knifenetwork.com/forum/showthread.php?t=9781&goto=nextnewest

357Magnum
Alguem conhece uma maneira fácil de se afiar 440V ? Estou usando um afiador DMT fino, mas não consigo no danado do 440V o mesmo fio que consigo fácil, fácil no AUS-8, por exemplo. Já tentei afiador ceramico, pedra de óxido de alumínio. Já vi alguém recomendar aquele afiador de bolso da Gerber…alguém tem experiencia c/ ele?

JosuéH.M.Araujo
Será que com uma lima diamatada, tipo ferramenteiro, não resolveria.
Eu tenho uma, e quando a faca teima em oferrecer dificuldade, eu apelo par ela. Mas eu costumo não ligar para os riscos na lamina.
Outra coisa é paciencia e não ter pressa. Pois pelo que me consta até faca de diamante se afia com outro diamante. Eu mesmo aprendi a afiar ferramenta de Vidia dessas que são usadas em torno.
E essas pastilhas de carbeto de tungstenio são duras como diamante.
Usa se um rebolo de grão fino e de facil desagregação.
Talvez uma pedra macia com bastante oleo de afiar ( glicerina mais alcool 50%)

Jefferson Berr
A minha humilde opinião é que de que talvez deva ser tentado o mesmo afiador DMT com a grana grossa ou extra grossa, conforme o estado do fio.

José Marcio Camacho
Tive muitos problemas no início com as minhas facas feitas de disco de freio de moto, pois eram muito duras as lâminas. Após muitas tentativas e erros descobri que para essas lâminas muito duras o ideal é ter paciência e coordenação mantendo sempre o mesmo sentido com a lâmina na pedra de afiar temperada. Isso para quem quer afiar manualmente, pois com uma lixadeira de cinta e lixa bem fina é possivel fazer uma afiação boa. Pode também usar uma lixa fina (320 e 400) presa na mesa, usando a mesma técnica de afiação para a pedra (lixa d’agua e uma fina camada de óleo)
Como qualquer coisa que existe vários métodos de execução acredito que você deva testar qual a maneira que você vai se adaptar melhor. Leia o manual do cabete que vai ajudar bastante e lembre sempre que for comprar uma faca que a dureza, fio e reafiar está tudo ligado diretamente e na emergência uma faca com dureza menor as vezes é mais prática.

375Magnum
Obrigado pelas respostas…
Por partes, primeiro ao Josué: o afiador que estou usando é diamantado…quanto à tal pedra macia a que vc se referiu, teria alguma indicação (nome comercial ) ?
Berr : uma grana mais grossa não teria efeito contrário ? O angulo da lamina parece adequado, o que ocorre é que a lamina não fica tão afiada quanto uma de AUS-8, e mantenho o mesmo angulo nas duas. A lamina de AUS-8 consegue cortar os pelos do braço com uma passada de leve, já a 440V corta com uma certa pressão.
Márcio : obrigado pelas dicas…e pela criatividade…nunca tinha ouvido falar de faca feita com disco de freio!!!
Obrigado a todos pela atenção…e aproveitando, deixo outra pergunta: vcs conseguem afiar suas laminas de 440V no mesmo nível dos outros aços, ou ele fica mesmo “um pouco menos afiado”?

Jefferson Berr
Tenho em canivete da Spyderco modelo C36(Military), o aço em questão é o mesmo.
Ocorre que quando reafio minhas peças de aço carbono, apenas uma pedra fina e chaira resolvem, na maioria das vezes só a chaira, afiar quero dizer assentar o fio, pois com chaira é somente isso que se consegue.
Nas peças com aço 440c preciso efetivamente aumentar a grana da pedra e/ou abrasividade da chaira pois são aços com uma duzeza um pouco mais elevada e também por serem inox.
Quando falo em 440v e ats34 a resistencia ao desgaste é maior e consequentemente para se chegar a um esboço de afiação tem que se aumentar o grau de abrasividade.
Essa é uma opinião pessoal, que obtive na lida.

José Marcio Camacho
Nunca tive o prazer de afiar uma lâmina de 440v, porém já tive um problemão em tentar afiar uma ZAKAROV (bem pior que as minhas primeiras facas). Como já havia dito acima, é um problema de paciência para essas lâminas com dureza extrema, eu particularmente não gosto de lâmina com dureza elevada pela dificuldade em reafiar.
Tenho algumas peças em 440c e apenas tenho um pouco mais de trabalho para puxar o fio, mas minha preferência recai para os ações mais simples pelo fato da sua manutenção do fio e a sua praticidade em campo, ou seja, imagine a situação de você com uma excelente faca extremamente dura pecisando reafiar? Olha o sufoco.
Tente usar o método da lixa d’agua (220) presa num suporte de madeira ou um vidro bem grosso, passe uma ligeira camada de óleo na lixa, vai puxando a lâmina com a mão direita no cabo e a outra mão apoiando a ponta da lâmina como se estivesse cortando uma fatia finíssima, depois faça do outro lado da lâmina. Depois passe para uma lixa 320 e outra 500 da mesma forma, vai gastar alguma lixas de cada pois a mesma acaba rápido, é um método primitivo mas funciona.

Cabete
Concordo contigo Jefferson,
Ainda não peguei pela frente este aço portanto não o conheço em detalhes no entanto apanhei muito de uma Zakharov que é VC 131 e extremamente dura e só conseguí afiá-la quando ataquei com toda a sequência da DMT começando pela preta que é a mais agressiva. Provavelmente nosso amigo .357 esteja só fazendo cócegas na lâmina com o afiador fino. Se continuar tentando um dia chega lá mas pode levar muito tempo dependendo do estado do fio. A cerâmica também é pouco abrasiva e é muito boa quando se chega na fase de acabamento ( polimento ) do fio. Usar água no DMT também é bem melhor do que trabalhar à sêco.

JosuéH.M.Araujo
Concordo com todos , mas é bom lembrar do que o Flavoi D. sempre comentou , qua afiar manualmente e com perfeição é uma questão de paciencia e minucia. Quando a taymo era ali perto do estadio do Guarani, eu tinha o costume de sempre ir todo o sabado lá. Dai que vi muitas facas importadas e custom de varios cuteleiros . As de 440V so começaram a aparecer em1997, a primeira que vi foi uma do Romano feita para um Neuro Cirurgião de nome Sandro. Por coicidencia colego de acampamento de Igreja. ( mas é Historia ) e ele perguntou sobre afiação. Foi unanime o uso dos afiadores DMT. Sequencia de cores , azul, vermelho, para finalisar o verde ou uma pedra Arkansas Hard (dura) com oleo ou Agua para não perder a asperesa.
Abraços para vocês.
PS. A lima diamantada é da DMT cor azul e tem umas 5 polegadas.

357Magnum
Obrigado a todos, novamente !
Berr, o canivete em questão é um Native, portanto o aço deve ser o mesmo do seu Military, inclusive na tempera…talvez falte um pouco de vivencia com o dito cujo p/ chegar a um bom nível.
Marcio e cabete, tenho uma faca Zakharov já tem uns dez anos, e consigo nela um bom corte usando uma pedra combinada da Carborundum, por sinal recomendada pelo proprio Zakharov. Será que as facas daquela época eram mais macias ?
Marcio, concordo c/ vc quanto à praticidade em campo…mas veja: o que ocorre é que o fio não corta como o fio “de fabrica”, mas ainda corta muito bem. E pelo que vejo, demoraria um bom tempo até ele perder totalmente o corte…desde que não seja abusado, claro. De qqr forma, não há como negar que outros aços pegam um fio de arrepiar muito mais fácil…

Cabete
Zakharov mole ? Guarda que é rara!!
Até onde tenho conhecimento, relatado por um amigo que viu, as facas Zakharov ( pelo menos as do tipo “churrasco”) são feias em aço VC 131 e temperadas em uma destas grandes empresas de São Paulo especializadas em tratamentos térmicos. Este amigo viu um monte de caixas com as lâminas e uma ficha de Dizia: Aço VC 131, deixar com 60 Hc.
Como são feitas em grandes quantidades em um processo muito mais industrial que artesanal acredito que não façam a medição de dureza lâmina a lâmina e devem existir as mais moles e as mais duras no meio do lote. O normal é serem extremamente duras e quebradiças e em muitos casos só afiam mecânicamente ou com pedras diamantadas. Você deu sorte com a sua lâmina mais mole. Já me foi relatado por uma pessoa de nosso meio o caso de um facão desta fabrica que ao primeiro golpe quebrou e o pedaço saiu girando quase acertando a filha do dono do facão.
Talvez por esta razao o Sr. Zakharov fosse tao enfático ao afirmar que suas facas eram unicamente para cortar e não deveriam ser usadas para outras finalidades.

Ikoma
O 440-V ou S-60V é um de meus aços preferidos, principalmente depois do canivete pronto, pois ele é muito difícil de ser trabalhado, principalmente na hora do acabamento, quanto a afiação realmente não é muito fácil, mesmo p/ mim que uso lixadeira tive que fazer algumas adaptações, a afiação depende muito da precisão do desbaste, por isso tive de mudar a grana das lixas, como o Berr disse aumentei a grana das lixas, pois quanto mais rapidamente a lixa retirar material, menor a chance de causar aquecimento, outra coisa que costuma fazer é reservar uma lixa nova só para afiação, pois lixas velhas tendem a deixar o fio arredondado e queimar a lâmina, o que além de ineficiente é feio e pode prejudicar a têmpera. Não tenho muita prática em afiação manual, más algumas regras da afiação na máquina são as mesmas p/ a afiação manual. Antes de falar sobre a afiação propriamente dita, gostaria de fazer alguns comentários sobre o S-60V (440-V), pois ele é um aço bastante complexo, o S-60V é um aço de ultima geração, com alto teor de vanádio, o acréscimo de vanádio na liga do aço aumenta a resistência à abrasão (desgaste), isso quer dizer que depois de temperado você tem um aço que mantém o fio por mais tempo sem necessariamente ter que ser mais duro, na verdade o S-60V é um dos aços que é temperado mais “mole”, cerca de 56 a 58 HRC, pois essa é a melhor relação resistência ao desgaste/resistência ao impacto e resistência à corrosão para esse aço, por isso o fato dele ser muito difícil de afiar não é devido à sua dureza, más sim devido à sua alta resistência à abrasão, o que na verdade é uma das maiores características desse aço.
Bom, falando da afiação propriamente dita creio que no caso do S-60V seria recomendado iniciar com uma grana mais grossa para reformatar o fio, ou no caso do fio não estar muito danificado você pode ir diretamente para uma grana mais fina, mas é muito importante principalmente no caso de pedras diamantadas, usar-se uma pedra mais nova, pois devido a alta resistência ao desgaste a chance de arredondar ou deformar o fio é muito grande, e isso prejudica bastante o fio.

Comments
2 Responses to “Afiação”
  1. Rogério disse:

    Infelizmente não encontrei o manual de afiação no qual você de refere no site da http://www.sotai.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: