Novatos e Iniciantes

Novato na área!!!

http://www.knifenetwork.com/forum/showthread.php?t=10494&goto=nextnewest

William Maia
Gostaria de saber se para iniciar, eu poderia forjar uma faca, e dar acabamento, apenas com material artesanal, como limas, pedras e lixas???

Ikoma
Plenamente possível se fazer uma faca usando-se apenas ferramentas basicas, eu comecei assim, tá certo que foi mais por falta de condições do que por opção, mas o resultado é o mesmo, tudo depende da habilidade do cuteleiro, um cara que não tem a menor noção de como usar uma lima, provavelmente não vai conseguir fazer nada com uma lixadeira, a não ser transformar um pedaço de aço em pó mais rápido. Por isso o melhor que você tem a fazer é dominar as ferramentas que você tem a disposição, lembre-se que a melhor ferramenta que existe é aquela que você tem a disposição, eu mesmo tento me convencer disso toda vez que uso as minhas.

Callega
Eu tbem fiz minha primeira faca na marra.. Fiz a lamina de uma lima faca, desbastei tudo na pedra de afiar…
Na segunda, terceira e quarta, usei lixa manual. Depois comprei ferramentas..
Com calma, chega-se la.

William Maia
eu já andei olhando o Fórum quase todo, e ja aprendí bastante coisa com os colegas, e relembrei muitas outras, pois na “teoria”eu tive no curso técnico quase tudo isso, desde usinagem , ajustagem, forja , passando por todas as máquinas que eu conheço, até corte a plasma!!!
Mas prática que é bom …quase nada, pois a única coisa que botamos a mão na massa foram as limas , esmeril e lixadeiras!!!(o resto custa caro né!!!)
Tenho um motor com um rebolo de madeira , daqueles de colocar lixa, e tem mais ou menos 10cm de  diâmetro, será que dá pra fazer alguma coisa com ele???
Quais as limas básicas para qualquer iniciante??? Por enquanto eu só tenho uma murça de 6” eu acho?!?!
Seria interessante uma bastarda???
E polimento manual dá pra fazer???

Ricardo Lala
Tenha perseverança, pois é como disse o Mestre Jerry Fisk, se voce quer fazer “uma ” faca, não faça, compre uma, mas se voce quer fazer facas então não desista fácil, pois as primeiras não sairão grade coisa mesmo, mas vá em frente, talvez lá pela décima já tenha uma aparencia melhor, he he he

Lepazini
Aconselho que não use esta maquina para tentra usinar, pois se é um tipo de rebolo de superficie dura”no caso madeira”vc tem que colocar uma lixa, correto, más mesmo assim ele ira te provocar uma boa trepidação, impossibilitando vc de ter pleno controle sobre a peça, isto pode ser perigoso alem de que o resultado não sera muito agradavel, pois vc tera varias marcas de lixa dispersas sobre a superficie, devido a trepidação, aconselho que se tem uma forja, forje a faca até o mais proximo possivel do formato que deseja, naõ tenha medo de gastar material para aprender, pegue molas velhas para esta esperiencia até que vc consiga um resultado razoavel, normalize a faca na propia forja, aqui no forum tem varias manhas para este assunto, e depois é limar, limar, e limar, como vc me falou , creio que vc deve gostar de facas com estilo Old Frontier, devido a isto vc pode ter uma facilidade, pois pode praticamente ter a lamina quase pronta na propia forja, restando apenas acertar a area do fio.

Callega
Qto ao polimento a mao.
Minhas primeiras facas eram feitas completamente na mao..
Pra lixar, pegue um toquinho de madeira bem dura e coloque uma lixa em baixo.. Procure trocar o sentido do lixamento em cada troca de grao, assim percebera os riscos da lixa anterior. Depois de chegar numa lixa bem fina, passe para ,massa de pulir carro grossa e depois a fina..
Funciona, pode nao ser de primeira, mas funciona.

Técnicas de Cutelaria

http://www.knifenetwork.com/forum/showthread.php?t=10422&goto=nextnewest

Rodrigo Sfreddo
Vou aproveitar para fazer uma observação: O fórum é frequentado por cuteleiros, aspirantes à cuteleiros e amantes da cutelaria. Eu entendo que aqueles que pretendem aprender sobre as técnicas da cutelaria fiquem ansiosos por tentar obter o máximo de informações dos cuteleiros; mas é nessessário ter em mente que ninguém vai aprender a fazer facas através desse fórum, e que é impossível colocar anos de conhecimento e aprimoramento técnico em um tópico.
O fórum tem um papel fundamental na comunicação entre as pessoas envolvidas com a cutelaria, e se destina a trocar idéias, criar discussões, e transmitir conhecimento. A grande maioria dos cuteleiros está sempre disposta a solucionar dúvidas e trocar informações (como já têm acontecido nesse fórum). Mas aprender a fazer uma faca é algo que só pode ser feito pessoalmente, com professor e aluno lado a lado. O que se pode sim, é tirar as dúvidas (específicas) decorrentes de experiências em oficina. “Escrever todas as dicas e técnicas que nós conhecemos” é algo impossível, é como pedir a um médico: escreve aí tudo que tu sabe sobre medicina…
Vale lembrar que a cutelaria é uma profissão como as outras, e embora não existam cursos de cutelaria nas universidades, ela exige investimento em tempo, dinheiro, e muito conhecimento. Eu já investí em minha profissão tanto quanto um médico ou um advogado precisam investir nas suas. Espero que não me entendam mal, não tenho a intenção de criticar ninguém, apenas esclarecer um pouco as coisas. Um grande abraço à todos.

Ricardo Lala
Pois bem, o chê Sfreddo tocou em um assunto muito relevante, que é o custo da aprendizagem, eu tenho 13 anos de estrada, e no ínicio não foi nada fácil, mas, se hoje temos uma boa estrutura, equipamentos e experiência, foi graças ao nosso esforço e abnegação durante anos a fio, por isso que volto a repetir, tenham perseverança, eu conheço várias pessoas que começaram pensando que seria fácil, era só fazer as facas e embolsar o lucro, quando viram que não era bem assim, arrumaram um emprego ou algo parecido e fecharam a oficina.
O caminho é arduo e as recompensas são escassas, não se iludam para não decepcionarem-se.
Abraços

Ferrari
Concordo com o Rodrigo, realmente é muito difícil passar as coisas via computador e tem horas que somente a prática resolve. Também ralei muito no começo (e ainda estou ralando!), mas se o cara quer fazer facas deve ter dedicação e perseverança naquilo q deseja. Se o cara ficar somente na frente do computador, provavelmente não vai sair uma faca, por isso acho de suma importância, principalmente para os iniciantes, frequentarem os shows, e as martelanças que virão.

Rodrigo Sfreddo
Não tenho a intenção de criticar ninguém, apenas esclarecer um pouco as coisas.
Segundo Don Fogg, o melhor meio de aprender a fazer facas é fazendo um curso, com um instrutor experiente ao seu lado observando os seus pequenos erros antes que se tornem grandes erros. Usando o forjamento como exemplo: eu poderia escrever páginas e mais páginas sobre forjamento aquí no fórum, mas você aprenderia bem mais em uma tarde de aula prática ao lado de um forjador experiente. Como disse o Ferrari, é muito importante que os iniciantes frequentem os shows e as martelanças, pois é no contato pessoal que vocês poderão realmente aprender algo. E à propósito, não tenho problema nenhum em dar moleza para quem está começando, é só você perguntar para qualquer pessoa que me conheça. Eu estou sempre disposto a passar para os outros o que eu aprendí, mas é preciso ensinar com responsabilidade. Vou lhe dar um exemplo: Uma vêz um cara colocou um tópico sobre damasco (Não me lembro se aquí ou no Sotai) dizendo que tinha tentado fazer damasco lendo uma matéria da Magnum, e que não conseguiu espichar o billet, cortar e dobrar. Pois bem, se o cara não consegue forjar um tarugo até o dobro do comprimento, cortar no meio e dobrar; tá tentando fazer damasco por quê? Isso é como não saber a tabuada e querer aprender cálculo! Se você não sabe nada sobre cutelaria, deve primeiro ler tudo que você conseguir sobre aço, tratamento térmico, etc… Depois você pode exclarecer suas dúvidas no fórum. Você percebe onde quero chegar? Esse fórum só serve para tirar dúvidas, e não para ensinar. Você quer aprender sobre têmpera? Leia um livro (ou melhor, vários). Ninguém poderá lhe ensinar a temperar uma faca aquí.

Cabete
Meu curso “virtual” tá dando certo …
Deixem-me dar o meu modesto exemplo: Sempre faço as coisas por caminhos um pouco diferentes da maioria talvez por ter um raciocínio um pouco lento para certas coisas. Há nove anos atrás quando conseguí comprar minha casa própria via consórcio uma das primeiras coisas que fiz foi escolher um cantinho aconchegante e bem ventilado e enfincar lá uma verdadeira tora quadrada de 25 x 25 cm que ficou com 1,5 metros dentro do chão. No topo desta tora fiz uma estrutura de ferro chato de 1/2″ de espessura na qual prendí uma morça na lateral da tora. No tôpo da tora coloquei uma bigorna. Avisei a minha esposa: aqui nesta bigorna ainda vou fazer muitas facas! Até hoje usei muito pouco a bigorna. Em nenhuma das vezes usei-a para forjar uma faca pois tentei e ví que não seria fácil a empreitada. Comecei então a aprender a fazer o desbaste. Fiz uma lixadeira vagabunda, comprei esmeril, construí minha forja à carvão ( para poder temperar ), saí à caça de dicas e mais dicas. Saí à caça de aços e madeiras, agora estou à caça dos latões para guardas, e por aí afora… Para não me alongar mais. Após 9 anos de ter enfincado meu tôco com a bigorna estou fazendo ( por desbaste ) minha primeira faca em aço damasco, gentilmente vendido por um cuteleiro experiênte, fiquei hipnotizado pela beleza do damasco e agora com certeza recebí o impulso que faltava para partir para a forja ! Coloquei uma meta de em 4 meses construir minha forja à gás, minha lixadeira profissional e fazer um aprendizado de pelo menos uma semana com um bom mestre cuteleiro. O tempo não é problema para mim pois pretendo viver bastante e encaro a cutelaria como um hobby. Estou curtindo o aprendizado. As dicas foram valiosas. Aprendí a temperar e revenir lendo e recebendo dicas dos cuteleiros amigos, estou aprendendo a encabar com madeiras e chifres de cervos. Dá para se aprender a fazer faca sem ter o mestre ao lado! Quanto às facas forjadas acredito que também dê para aprender só que aprendendo ao vivo e à côres o tempo cairá para um centésimo do aprendizado solo. Nestes anos conhecí realmente muita gente nobre e também alguns bem pobres de espírito mas isto não é um problema meu e sim dêles. É claro que irei cultivar a amizade dos nobres e desprendidos simplesmente pelo fato de ser muito mais agradável estar com êles! Talvez com mais alguns anos eu chegue ao ponto de forjar um belo damasco e lhes garanto que terei curtido cada momento desta jornada e espero estar com a maioria de vocês lá adiante!!

Maia, Se aí não tem nenhum cuteleiro então está muito fácil de você se tornar o melhor cuteleiro de sua cidade !! Basta fazer a primeira faca ! É claro que quando você falar o preço das facas artesanais o pessoal cairá de costas pois devem estar acostumados com aquelas das lojas de 1,99. Mesmo que forja tem que aprender a temperar portando comece desbastando umas molas de Kombí como todos nós e temperando-as na forja. Querer forjar facas sem nunca ter feito uma faca por outros métodos é mais ou menos como querer aprender a usar o AUTOCAD sem saber desenho mecânico. Podemos até aprender mas será um caminho bem mais complexo. Se o cara é craque no desenho mecânico ele aprende o AUTOCAD em uma sentada. Porque razão você acha que muitos cuteleiros aprenderam tão rapidamente a forjar suas facas? Porque já sabiam fazer facas! Alguns já faziam facas desbastadas há anos! Trace uma meta para você e mãos à obra. No que pudermos ajudar disponha!
Callega
Concordo plenamente com o Sfreddo, numa tarde observando ele, o Villar e o Dorneles trabalharem, aprendi a resolver meus problemas na fabricacao das minhas facas. Eles nao escondem o o jogo. Acho que quem tem mais conhecimento, ao inves de reclamar, devia tentar encaminhar o pobre iniciante a ler um tutorial, como os do CKD. As vezes, uma pequena forcinha nao faz mal. tem um cara de Santa catarina que me mandou um mail pedindo ajuda. Dentro de meus parcos conhecimentos, tentei ajudar e acredito que ajudei. Mesmo que a faca dele saia uma M, ele vai ficar estimulado a tentar fazer mais.
Acredito que o caminho deva ser este.
Porem, respeito a quem pense de forma diferente.
Comments
3 Responses to “Novatos e Iniciantes”
  1. fjmacharete disse:

    Olá amigos, sou Francisco Macharete, e me escrevi neste fórum para compartilhar com os senhores as experiências de todos. Gente, Peço encarecidamente a ajuda dos senhores, devido o início no ramo de cutelaria, e não tenho a pratica da coisa ainda por isso vou recorrer a quem tem. Fiz a primeira faca na unha seca, só com esmerilhadeira, lima, e lixa, não ficou totalmente boa devido os detalhes com: normalização, tempera, e revenimento, então companheiros eu queria saber qual a melhor forma de temperar o aço 5160, foi o que eu fiz a lamina, só que não ficou bem temparada,
    Já comecei a comprar algumas ferramentas, e pretendo seguir as pisadas dos senhores.
    Gente, aguardo a colaboração de todos se possível for,e um abraço. Francisco Macharete.

    • dzucherato disse:

      Caro Francisco,
      Este BLOG é somente um resumo que estamos fazendo de foruns e catanças de outras informações.
      Sugiro a ti se cadastrar e consultar os arquivos do Fórum da SBC e se ainda tiver dúvidas não exite em perguntar por lá, o pessoal sempre ajuda.
      O endereço do fórum é http://www.knifenetwork.com/forum/forumdisplay.php?f=48

      Para se temperar o 5160, em resumo, é só ir esquentando o fio na boca da forja até atingir um tom vermelho alaranjado onde deverá ser temperado e mergulhar o mesmo em óleo hidráulico ou para têmpera.
      A lima fará um som mais estridente no fio e mais grosso no dorso.

      Abraço!

  2. Otto Jr disse:

    Gente, estou adorando ler e aprender sobre cutelaria. Nunca fiz uma faca, mas já desbastei machadinhas e machados com alguns desenhos medievais ou em um formato viking. Faço trabalhos manuais a muito tempo, gosto do artesanato, e principalmente quando se fala em metais. Não tenho ainda uma bigorna, pretendo comprar uma, e esta semana dia 13/06/2015 fiz a minha forja a carvão. Tenho muito o que aprender e tenho assistido e lido muito sobre o assunto. Minha maior dificuldade está em entender os tipos de aços, como são, os tamanhos e onde encontra-los. Mas tenho duvida em uma questão que me chamou a atenção lendo artigos para confecção de aço tipo damasco. Para se forjar uma faca utilizando aços 5160 + 1095 ou 5160 + 1070 com quantas chapas de cada um se prepara o bloco que irá para a forja??? 6 de cada um ou 4 de um e 2 do ou tipo de aço??? Em todos os sites que eu li não vi nada, mas em um vídeo eu vi um bloco com algumas peças soldadas, umas de maior milimetro e outras de menor milimetro, mas ambas com os mesmos tamanho. Por favor se algum de vcs puderem informar com quantas barras se forma este bloco que vai ao forno ficaria grato. No mais, um forte abraço a todos…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: